arroz soltinho

1- Arroz produto que compõe nossa Cesta Básica bh

Valor Nutricional do Arroz produto que compõe nossa Cesta Básica bh

O arroz é um dos cereais mais consumidos no mundo e é um dos produtos mais produzidos no Brasil, sendo o maior produtor da América Latina, tendo contribuição de cerca de 20% da ingestão calórica diária no Brasil e é um dos alimentos que mais são consumidos e encontrados na mesa brasileira. O arroz é rico de carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, mas o seu ênfase é ser fonte de carboidrato e proteína.

Por esse motivo o arroz rico é produto que não falta na cesta básica bh, as cestas básicas da Vip Cestas tem variedades de marcas de sacos de arroz de qualidade e valor Nutricional escolhido com precisão por nossa equipe de profissionais e nutricionistas para compor a cesta básica bh.

 receita de arroz simples

O arroz é taxado erroneamente como “vilão” da alimentação, muitas vezes, por ser fonte de carboidrato, mas o carboidrato fornece apenas quatro calorias por grama, a mesma quantidade da proteína. Além disso, o carboidrato é a melhor fonte a ser utilizada para fornecer energia para o corpo, pois a sua absorção é rápida e em determinados locais do corpo, só se utiliza essa fonte de energia, como o cérebro. Porém, claro, tem que ser consumida em equilíbrio, porque o seu excesso é transformado em açúcar na corrente sanguínea, o qual é estocado em forma de gordura se não utilizado por completo.

O Guia Alimentar para a População Brasileira diz que o consumo de carboidratos é necessário ser ingerido de 45% a 65% da energia total diária da alimentação e assim, o arroz constitui excelente fonte de energia devido ao tipo de carboidrato presente, o complexo.

A sua fonte de proteínas é de excelente qualidade, com os aminoácidos essenciais para o corpo, ou seja, o organismo não produz, sendo necessário o seu consumo, atendendo às necessidades de aminoácidos dos indivíduos. Porém, como toda proteína originada de vegetais, alguns aminoácidos não possuem quantidades suficientes para ser consumida sozinha para suprir a necessidade do macronutriente, sendo necessário um acompanhamento, como o famoso arroz e feijão, em que o arroz é pobre da proteína lisina e o feijão é rico dele.

O arroz é muito versátil e pode ser consumido diariamente através de várias formas de preparo, em pratos doces e salgados e associado com muitos tipos de alimentos como carnes, ovos, leguminosas e hortaliças. Além disso, existem vários tipos de arroz como o arroz branco ou agulhinha, arroz integral, arroz negro, arroz arbóreo e vários outros. Por fim, seu subproduto como o arroz quebrado e farelo de arroz, apresenta grande potencial como matéria-prima na indústria de alimentos. A farinha de arroz, por exemplo, apresenta propriedades tecnológicas, sensoriais e nutricionais de grande interesse na formulação de novos produtos com características especiais.

Algumas curiosidades desse alimento é que ele não possui glúten e por isso, as pessoas que são celíacas podem consumi-lo, também, o consumo equilibrado dele faz com que o organismo possua menos gordura e mais sais minerais, que ajudam a equilibrar a pressão arterial e os níveis de colesterol.

Curiosidade referente ao arroz:

arroz na cesta básica bh
Pessoas celíacas

 

Reação imunológica à ingestão de glúten, uma proteína encontrada no trigo, na cevada,no centeio, mas não encontrada mais no arroz.
Ao longo do tempo, a reação imunológica à ingestão de glúten cria uma inflamação que danifica o revestimento do intestino delgado, causando complicações médicas. Isso também impede a absorção de alguns nutrientes (má absorção).
O sintoma clássico é a diarreia. Outros sintomas incluem inchaço, gases, fadiga, baixa contagem de glóbulos vermelhos (anemia) e osteoporose. Muitas pessoas não apresentam sintomas.
O principal tratamento é uma dieta rigorosa sem glúten que pode ajudar a controlar os sintomas e promover a cicatrização intestinal.

 

Isadora Carla Salamim Tolentino

Graduanda em Nutrição

 

 

Compartilhe esse post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email